Bacias hidrográficas: tudo que você precisa saber sobre esse recurso natural tão importante!

Acredito que alguma vez você já ouviu falar sobre as bacias hidrográficas, mas você conhece quais são suas importâncias, funções, seus tipos e quais são as estruturas que a compõe? Confira e tire todas as suas dúvidas!

O que é uma bacia hidrográfica?

Bacias hidrográficas são parte de uma região ou território formada por um rio principal e seus afluentes que escoam pelo mesmo percurso, assim, abastecendo o rio principal. As águas são separadas pelo relevo, o qual possui partes altas e baixas, como por exemplo: serras, morros e chapadas.

Essa diferença na topografia é responsável por direcionar o percurso da água para o local mais baixo do relevo, desse modo, abastecendo os rios maiores.

Qual a sua importância?

As bacias hidrográficas são elementos naturais de suma importância para o meio natural, uma vez que, são responsáveis por realizar a manutenção dos biomas e dão base para o desenvolvimento de atividades econômicas, como agricultura e pecuária, ligadas ao primeiro setor.

Ao compreender o funcionamento de uma bacia hidrográfica é possível realizar planejamentos e gestão adequados de uma cidade, por exemplo: em épocas de cheias, é possível tomar decisões que irão reduzir o impacto sobre a região, dessa forma, evitando que algumas áreas sofram inundações.

Qual a função de uma bacia hidrográfica?

A função de uma bacia hidrográfica determina-se pelo uso que é feito das suas águas, isso depende do local onde a bacia se encontra e as atividades realizadas na região. Mas a sua tarefa principal é o abastecimento, que é o uso das águas na cidade e no campo para consumo humano.

Além disso, o uso mais comum das bacias hidrográficas no Brasil é para a irrigação, é a atividade que consome mais água no território nacional, devido ao Brasil ser um dos países com mais área plantada do mundo. Fora isso, esse recurso natural também é usado nas indústrias como processamento, lavagem e produção de alimentos industrializados.

Conheça as estruturas que a compõem:

  1. Nascente: área onde se inicia uma bacia hidrográfica, frequentemente, é o ponto mais elevado do relevo onde percorre as águas, e também onde se encontra a nascente do rio, o qual dá o nome a bacia;
  2. Rio principal: é o rio que possui maior volume e extensão da bacia, recebe agua dos rios menores que o abastece;
  3. Divisor de águas: estruturas no relevo que possuem a função de separar as áreas da bacia, como por exemplo: morros, serras, picos, montanhas ou estruturas mais elevadas;
  4. Afluentes: são os rios menores que desaguam no rio principal com função de abastece-o;
  5. Foz: é o fim da bacia hidrográfica e onde as águas encontram o oceano ou deságuam em uma bacia hidrográfica ainda maior.

Conheça os tipos de bacias hidrográficas:

As bacias hidrográficas não são todas iguais e se classificam de acordo com o percurso percorrido pela água. Confira as diferenças:

  • Exorreicas: são bacias que as águas escoam diretamente para o mar, são as mais comuns no território brasileiro;
  • Endorreicas: são aquelas bacias que deságuam em lagos, lagoas ou em mar fechado;
  • Arreicas: possuem águas que não se direcionam a um lugar especifico, se perdem no caminho, podendo evaporar ou infiltrar no solo;
  • Criptorreicas: são bacias que possuem direcionamento para o interior do planeta, alimentando lagos, cavernas, grutas e rios subterrâneos.

O território brasileiro possui 12 áreas ou regiões hidrográficas. As mais importantes são: Amazonas, Tocantins-Araguaia, Platina e São Francisco. Juntas elas englobam 80% do território brasileiro, faça sua parte e preserve esse bem tão importante da natureza!

Gostou do que leu? Toda semana a Ecoflorestal Jr. posta novos conteúdos no blog, trazendo cada vez mais conhecimento para você! Qualquer dúvidas estamos a disposição.

 11 Visualizações

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Abrir WhatsApp
Precisa de ajuda?
Olá!
Como podemos te ajudar?