Empresas que aplicam programas de inclusão: Como a Natura & Co se tornou referência em diversidade?

Um ambiente de trabalho saudável vem juntamente com mudanças que, ao passar dos anos, requerem uma renovação de acordo com as novas gerações de empresas e lideranças, onde as novas ideias e o pensamento não individualista faz a sua maior parte naquelas mais atuais e recentes. 

A diversidade possui seu papel de conectar diferentes trabalhadores e consumidores através de um processo de construção, inovação e produtividade, trazendo a identidade e a inclusão em processos seletivos, parcerias e meios de comunicação que abrangem todas as culturas existentes até chegar em seu produto final. 

Quer saber mais sobre a inclusão no trabalho e como buscá-la em sua empresa? Acesse o blog da LS.

A Natura, Aesop e The Body Shop formaram em fevereiro de 2018 a nova marca corporativa do grupo: Natura & Co e em 2020 houve a entrada da Avon, tornando a Natura & Co um dos maiores grupos de cosméticos do mundo. O grupo reforça a essência de cooperação da estrutura de governança das quatro empresas, cujas marcas são reconhecidas por compartilhar propósitos e pelo compromisso com práticas sustentáveis e éticas.

Sendo uma marca orientada por propósitos, Natura & Co terá uma voz mais forte para defender causas, incluindo o empoderamento feminino, o combate à crise climática, cosméticos livres de testes em animais e o desenvolvimento de fortes laços com as comunidades locais. Tudo isso faz parte da sua crença em fazer negócios de um jeito melhor por meio de impacto social, econômico e ambiental positivo, mas como as empresas podem encontrar benefícios nesse método? Confira no blog da Promad Jr: O que é a Diversidade e sua importância no âmbito empresarial

Porque a Natura & Co é referência?

“Natura & Co é a segunda empresa mais diversa e inclusiva do mundo” de acordo com o ranking Top 100 Most Diverse & Inclusive Organizations Globally.

Natura & Co está lançando seu compromisso com a vida, que estabelece compromissos e ações,dentro de prazo de 10 anos, para abordar algumas das questões mais urgentes do mundo: enfrentar a crise climática e proteger a Amazônia, garantir igualdade e inclusão, e mudar seus negócios para circularidade e regeneração. Com isso, o grupo trouxe 3 diferentes vertentes, são elas: enfrentar a crise climática e proteger a Amazônia, defender os direitos humanos e sermos mais Humanos e abraçar a circularidade e a regeneração.

Enfrentar a Crise Climática e proteger a Amazônia

Emissões líquidas zero de gases do efeito estufa até 2030

  • Entregar 1,5°C 20 anos antes do compromisso da ONU
  • Adotar a iniciativa de Metas Baseadas na Ciência para todas as empresas

Escopo 1: emissões próprias

Escopo 2: emissões da energia adquirida

Escopo 3: emissões indiretas cadeia de valor e ciclo de vida do produto 

Proteger a Amazônia

  • Expandir a influência na conservação de 1,8 milhão de hectares, em 33 comunidades, para 3 milhões hectares, em 40 comunidades
  • Aumentar os fluxos de receita com 55 bioingredientes adicionais (partindo de 38)
  • Compartilhar R$ 60 milhões (ou acima) em valor com as comunidades 
  • Incentivar esforços coletivos com relação ao desmatamento zero até 2025
  • Ajudar a criar metas para a biodiversidade com base científica
  • Por meio de uma rede de parcerias até 2023:

UEBT — The Union for Ethical Biotrade

SBTN — Science Based Targets Network

WEF — Business for Nature Coalition

  • Expandir o pagamento do Acesso e Repartição de Benefícios da Natura, que existe há 16 anos, para o grupo todo até 2025, conforme o Protocolo Nagoya e a Convenção sobre a Diversidade Biológica da ONU

Defender os Direitos Humanos e sermos Mais Humanos

Nossas pessoas

  • Igualdade de gênero: de 35% mulheres alta liderança e no conselho para 50% até 2023
  • Pagamentos equitativos: reduzindo diferença de gênero até 2023
  • Trabalhar para 30% de grupos sub-representados (raciais ou étnicos, diversidade sexual e identidade de gênero (LGBTQIA+), pessoas em posição de vulnerabilidade socioeconômica, com deficiência física ou mental)
  • Salário digno ou acima dele para todos, até 2023

Nossa rede mais ampla

  • Mensurar ganhos das consultoras/revendedoras e das comunidades fornecedoras (em renda, educação, saúde e inclusão digital)
  • Ampliar os investimentos em nossas principais causas em 20% para US$ 600 milhões (especialmente nas comunidades fornecedoras, na conscientização quanto ao câncer de mama e à violência doméstica e na educação)
  • Promover nosso modelo confiável para o futuro das vendas diretas

Intolerância à violação dos Direitos humanos na nossa cadeia de suprimentos

  • Certificação e/ou rastreabilidade integral nas cadeias de suprimento críticas até 2025: Óleo de Palma, Mica, Papel, Álcool, Soja e Algodão.
  • Adotar Política de direitos humanos robusta, de acordo com os Princípios Orientadores da ONU, até 2023

Abraçar a Circularidade e a Regeneração

Circularidade das embalagens

  • 20% (ou acima) menos material de embalagens 
  • 50% de todo o plástico utilizado deve ser de conteúdo reciclado 
  • 100% de todo o material de embalagens deve ser reutilizável, reciclável ou compostável
  • Compensação, por meio de programas de coleta e reuso, para atingir a meta de 100% de descarte responsável onde não houver infraestrutura de reciclagem disponível

Circularidade de fórmulas

  • 95%+ de ingredientes naturais ou renováveis
  • 95%+ de fórmulas biodegradáveis
  • 100% das novas fórmulas terão menor pegada ambiental; medição conforme análise de ciclo de vida 

Investimentos em soluções regenerativas

  • Investir US$ 100 milhões (ou acima) no desenvolvimento de soluções, como: Biotecnologia em, por exemplo, resíduos, ingredientes, plásticos etc.
  • Agricultura regenerativa em áreas desmatadas, que reduzem o uso de componentes químicos e criam alternativas à monocultura
  • Criar fluxos de geração de renda (com novos ingredientes) que sejam economicamente mais atraentes do que o desmatamento

A importância de trazer planos de ações que busquem preservar o ser e o planeta em sua essência deve ser muito mais aclamada, ouvida e aplicada principalmente na época que estamos vivendo, você reconhece empresas que aplicam programas de inclusão, além da Natura & Co? Se ainda não, procure, pesquise e apoie a diversidade como um todo. 

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Abrir WhatsApp
Precisa de ajuda?
Olá!
Como podemos te ajudar?